Confeitaria Ideal, o Templo do Tango em Buenos Aires

0

A Confeitaria Ideal (“confiteria”, em espanhol) é um dos lugares mais clássicos do tango em Buenos Aires. Neste mesmo espaço, que é também restaurante, acontecem diferentes milongas, com diferentes públicos, dependendo do horário, do dia e do organizador. São bem famosas as milongas matinês, de tarde, quase todos os dias, menos terça.

O lugar em si vale uma visita, baile você tango ou não. Se você dança, marque três estrelinhas na agenda, porque aí mesmo é que tem que ir! Mas dois alertas: a média de idade é alta e o staff não muito amigável.

Confeitaria Ideal, o Templo do Tango em Buenos Aires!

Confeitaria Ideal, o Templo do Tango em Buenos Aires! / Fonte

O edifício é uma jóia da Belle Époque de Buenos Aires e foi cenário de filmes como Tango, de Carlos Saura, Evita, de Alan Parker (que teve Madonna no papel principal) e Lição de Tango, de Sally Potter. O lugar foi declarado de interesse cultural e entrou para a lista dos Bares Notáveis da cidade de Buenos Aires.

Cena do filme Tango, de Carlos Saura:

A Confeitaria foi inaugurada em 1912, dois anos depois dos festejos pelo Centenário da Independência do país, pelas mãos de Don Manuel Rosendo Fernández, um comerciante oriundo de Galícia, que, seguro, tinha dinheiro de sobra e mandou trazer tudo da Europa.
Os lustres são franceses, os vitrais italianos, as paredes revestidas de madeira esculpidas na Eslavonia e todo o mobiliário Thonet autêntico! Sem falar no mármore para as escadas, no cristal bisotado das vitrines e no elevador que leva ao primeiro andar.

templo do tango em buenos aires

Detalhe do Teto / Gisele Teixeira

Fiel à tradição inglesa, servia chá das cinco para os habitues – jovens moças que trabalhavam na região, artistas, políticos e representantes da alta burguesia portenha – e chegou a ter 48 pessoas trabalhando 24 horas sem parar produzindo delícias. Aos sábados, eram realizadas “despedidas de solteira” nos salões.

Em 1933, a Ideal publicava uma revista contando os acontecimentos sociais que ocorriam nos salões e dizem que foi por lá que foi criado o famoso sanduiche de miga, tão popular na Argentina.
Atualmente o lugar não tem mais o mesmo glamour nem importância, mas resiste bem no estilo “decadance avec elegance” e é referência para milongueiros do mundo todo. No térreo fica a confeitaria e, no primeiro andar, o salão da milonga – cheio de personagens.
A lista de visitantes ilustres inclui Maurice Chevallier, Vittorio Gassman, Robert Duvall, Yoko Ono e Sting.
Atualmente, há classes de tango todos os dias, com professores que dominam vários idiomas. Confira a agenda aqui.

templo do tango em buenos aires

Foto Gisele Teixeira

Outras fotos da Confeitaria, no Flickr
Deixo vocês com um lindo documentário da BBC sobre o lugar.

Autora: Gisele Teixeira. Brasileira, jornalista formada pela Universidade Federal de Santa Maria e “cidadã do mundo” como se auto descreve. Autora do blog Aqui me Quedo, vive em Buenos Aires já a cinco anos e esta terminando seus estudos no Centro Educativo del Tango de Buenos Aires. Apaixonada pelo tango, Gisele é nossa blogueira convidada para contar quinzenalmente um pouco mais do tango, suas técnicas, regras e outros segredos!  Para ler outros textos de Gisele visite o Aqui me Quedo.