Guia para visitar Pucón

0

A pequena cidade de Pucón, localizada no sul do Chile, é um lugar encantador. Rodeada por um enorme lago e pelo vulcão ativo Villarica, esse é um destino perfeito para descansar em suas águas termais, curtir a bela natureza da região e se esbaldar praticando esportes de aventura. Encontre em nosso guia para visitar Pucón, dicas úteis para organizar seu itinerário.

Guia para viajar a PucónPucón é a cidade favorita para os amantes da aventura / Foto: Lucila Runnacles

O que fazer

Sem dúvida o seu maior atrativo é o Vulcão Villarica. Ativo, imponente e com seu cume nevado, lá do alto ele parece cumprimentar todo mundo que visita Pucón. Para os mais aventureiros, chegar até a sua cratera é um desafio e tanto que pode ser alcançado em um dia de caminhada intensa.

Várias agências oferecem a excursão de subida ao vulcão, que só pode ser feita com um guia e equipamento profissional (botas para neve, crampões, máscara antigás, etc). O tour começa logo cedo, antes do amanhecer, e a previsão de chegada ao topo é por volta das 13h. No total é preciso cerca de 8 horas para alcançar o cume do Villarica para depois se deleitar com as vistas dos lagos e de outros vulcões da região. Embora as agências ofereçam esse passeio para todo tipo de turista, é preciso ter certo preparo físico e muito fôlego para chegar até o final.

Ainda sobre atividades de aventura, a região também oferece rafting e hidrospeed no Rio Trancura, voos em parapente, canopy e tirolesa em cachoeiras. Tudo isso pode ser feito, principalmente, nos meses de verão (de novembro a fevereiro). Nessa época os lagos Caburgua e Villarica ficam lotados de embarcações e jet skis.

Guia para viajar a PucónHá mais de 10 termas em Pucón para relaxar nas águas termais / Foto: Lucila Runnacles

Se o seu estilo de viagem é mais tranquilo, a região de Pucón é famosa por suas águas termais. Há mais de 10 termas ao redor da cidade. A mais famosa é a Terma Geométrica, que tem 17 piscinas de pedra e muita água quente a disposição dos visitantes. Essa atividade pode ser feita durante o ano todo, mas é preciso um pouco de coragem para tirar a roupa no frio e mergulhar na água quente durante o inverno.

Para quem prefere apreciar a natureza em estado puro, a poucos quilômetros de Pucón ficam os parques nacionais Villarica (10km) e Huerquehue (36km), ótimas opções para longas caminhadas e muita tranquilidade.


Pela cidade

Apesar de ser pequena, Pucón tem muitos restaurantes e confeitarias que oferecem ótimos pratos e fazem a alegria dos viajantes. A maioria das agências de viagem fica na Rua O’higgins, que é a principal e há uma grande variedade de restaurantes na Rua Fresia.

A cidade também conta com vários mercados de artesanato. Peças em madeira e roupas de lã são produtos típicos. Não deixe de experimentar o merkén, um tempero apimentado e avermelhado muito saboroso e típico da região.


Quando ir

No verão esse destino é perfeito para quem gosta de atividades aquáticas e caminhadas ao ar livre. Durante os meses de dezembro e janeiro Pucón fica lotada de turistas chilenos. Nessa época de temporada alta, as estradas próximas a Pucón chegam a ter até mesmo congestionamento. Durante esses meses a temperatura média é de 22°C e há pouca chuva.

Guia para viajar a PucónEm qualquer estação do ano você pode fazer caminhadas em Pucón / Foto: Lucila Runnacles

Já no inverno, os amantes do esqui e do snowboard fazem a festa por lá. O centro de esqui, que tem 12 pistas, fica a somente 20 minutos da cidade. Entre julho e outubro, milhares de estrangeiros e chilenos lotam a região para esquiar e curtir a neve aos pés do Vulcão Villarica. Durante o inverno, o termômetro oscila entre 10°C e 0°C. Os meses de junho e julho também são os mais chuvosos.

Como essa região tem duas altas temporadas (dezembro-janeiro e julho), escolher as épocas de baixa temporada tem suas vantagens; preços mais em conta em alojamentos e restaurantes e menos turistas circulando. Março e abril são bons meses para ir porque a temperatura é agradável, cerca de 17°C e quase não chove. Outra opção é durante a primavera (de setembro a novembro), quando a temperatura na cidade fica na casa dos 14°C e também é temporada baixa de turismo.

Como chegar

Pucón fica no sul a 780 km de Santiago, na região chilena da Araucania. O aeroporto mais próximo está em Temuco, a 80km. De Santiago há voos direto até Temuco e a viagem dura 1h10. Do aeroporto de Temuco é preciso pegar um transfer ou um táxi até Pucón.

Em janeiro e fevereiro, o pequeno aeroporto de Pucón (5 km) funciona, mas só durante esses dois meses. Também é possível ir de ônibus desde Santiago. Apesar da viagem ser mais demorada, cerca de 10 horas, o ônibus para dentro da rodoviária de Pucón e dessa maneira não é preciso pagar por um transfer.

Encontre aqui os seus passeios e excursões no Chile

Lucila Runnacles
jornalista e autora do blog Viagem Cult